ContArt

Mutação e Migração nas Narrativas Contemporâneas: conto, microficção e transmédia


Equipa do ContArt:
Investigador responsável: Maria Eduarda Keating.
Investigadores doutorados: Maria Eduarda Keating, Marie Manuelle Silva, Rita Patrício, Salomé Osório e Xaquin Nunez
Investigadores não douturados: Ana Cláudia da Costa Dória
Colaboradores: Ana Casas, Anne-Sophie Haeringer, David Roas Creus, Erik van Achter, Rosario Mascato, Luís Carmelo, Pepito Matéo, Gigi Bigot

Descrição do Grupo de Pesquisa:

Este grupo de pesquisa tem por objetivo geral estudar as mutações e migrações na narrativa contemporânea, definindo constantes que permitam descrever as alterações de género e de cânone, das migrações intersemióticas e de repertórios. O grupo desenvolverá pesquisas sobre o conto, a microficção e as narrativas transmédia, como produtos culturais interligados entre si, tendo em conta a brevidade, a mutação genérica ou as transformações mediais.

A equipa é constituída por investigadores do CEHUM em Literatura e em Cultura com experiência neste âmbito científico, dado grande parte deles terem já desenvolvido um projeto financiado sobre o conto contemporâneo (vd. cap.: Principais Resultados Alcançados)

Participam também no grupo colaboradores externos, nacionais e internacionais, com produção científica/ artística específica no âmbito das narratividades contemporâneas, assim como estudantes de Doutoramento e Mestrado.

Os resultados obtidos no projeto “Mutações do Conto” permitem definir âmbitos de estudos que constituirão o ponto de partida dos projetos científicos a desenvolver pelo grupo de pesquisa ContArt. Neste âmbito, o grupo continuará o trabalho desenvolvido, dedicando-se à análise da extraordinária diversidade de formas do conto e das narratividades em geral no mundo contemporâneo. Debruçar-se-á sobre os fatores constantes nas mutações das narrativas contemporâneas, marcadas pela transmediação, pela hipertextualização e pela pluridisciplinaridade, e produtoras de uma enorme fluidez e indefinição entre géneros, contextos e meios de comunicação incluídos hoje na etiqueta « conto ».

Neste contexto, as mutações observadas no estudo do conto e da narrativa hiperbreve permitem ampliar o foco deste grupo de pesquisa, incluindo as interrelações com outras formas das narrativas contemporâneas e das articulações com as artes performativas, as migrações de formato e suporte, a transformação intermedial ou a conversão em hipertextos, para além do reposicionamento da oralidade como fator antropológico nas sociedades urbanas pósmodernas.

A colaboração no grupo de pesquisa de especialistas de diferentes países e contextos artísticos permitirá um trabalho em rede, com vista a cartografar e analisar este fenómeno contemporâneo, nas suas diversas manifestações, numa perspetiva internacional e integrada.


Estrutura organizativa do Grupo de Pesquisa:

A equipa é constituída por 5 investigadores doutorados em Ciências da Literatura e Ciências da Cultura, especialistas em diferentes literaturas e culturas nacionais (lusófona, francófona, anglófona, hispanófona) e em Estudos Comparatistas, com trabalho científico desenvolvido na área das narrativas e particularmente do conto, que são também Professores e/ou Investigadores do CEHUM.

São colaboradores da equipa 6 Investigadores de centros de investigação nacionais e estrangeiros, das áreas da literatura, da cultura e da sociologia, especialistas no estudo do conto (Universidade de Lyon, U. Autónoma de Barcelona, U. Santiago de Compostela, K.U.Leuven, U. Algarve), bem como 2 contadores de histórias franceses, para além de estudantes de Doutoramento da UMinho .

Os docentes da UMinho lecionam em cursos de Mestrado e no Doutoramento em Modernidades Comparadas do CEHUM, proporcionando a participação dos estudantes de graduação e pós-graduação nas atividades de investigação e de formação a realizar no âmbito do ContArt.

As atividades da equipa são geridas através de reuniões regulares. A equipa realiza regularmente seminários de investigação, para além de eventos culturais, organização de colóquios e participação em encontros científicos nacionais e internacionais, assim como publicações de livros e ensaios em revistas nacionais e internacionais.


Objetivos de Grupo de Pesquisa:

O Programa Estratégico 2015-2020 do ContArt integra objectivos de carácter científico e académico, com outros de cariz cultural e social :

  • - Tendo em conta as migrações intersemióticas do conto e da microficção, o objetivo central deste grupo de pesquisa é cartografar a variedade desse fenómeno, analisando questões de « autoria », filiações e opções literárias e estéticas, recorrências temáticas, migrações intermediais, funções socioculturais. Neste sentido, a atividade do grupo de pesquisa visa:
  • - Definir terminologia cientificamente estável do conto, microficção e transmédia e questionar o corpus teórico construído até ao momento – nomeadamente as consequências teóricas, culturais e políticas decorrentes da generalização (diluição) atual do conceito de storytelling às estratégias de marketing e de comunicação empresarial.
  • - Analisar as mutações do conto e das suas migrações mediais, discutindo o impacto da emergência das novas formas, suportes e contextos do conto no campo literário (leitores, agentes, mercado…) assim como na teoria dos géneros literários.
  • - Avaliar as inter-relações das narrativas contemporâneas com as artes performativas (stand up comedy, monólogo teatral ou performance de poesia), analisando a arte do conto no contexto das novas oralidades contemporâneas.
  • - Estudar a constituição de novos produtos culturais a partir das narrativas breves (hipertexto) e o comportamento dos novos hábitos culturais por eles motivados: o prosumidor (produtor + consumidor), o que permite analisar um produto em constante trânsito e transformação.
  • - Implementar novas metodologias integrando investigação e ação a partir da articulação da atividade académica com as práticas artísticas e culturais de criadores, mediadores e agentes culturais.

Principais publicações:
Livros:
Álvares, Cristina e Keating, Maria Eduarda (org.), Microcontos e outras microformas – alguns ensaios, Famalicão, Húmus, 2012
Eduarda Keating, Cristina Álvares, Xaquín Núñez Sabarís, Sérgio Paulo Sousa, Rita Patrício, Salomé Osório, Marie-Manuelle Silva, Mutações do conto nas sociedades urbanas contemporâneas, Famalicão, Húmus, 2013 (no prelo)
Teses de doutoramento:
Salomé Osório, “John Cheever and Ann Beattie: Literary Tone and Social Themes in their Longer (and Shorter) Fiction” , 2010.
Marie-Manuelle Silva, “Les nouveaux enjeux de l’enseignement de la langue et de la culture d’expression française. Mondialisation : formes et réinterprétations linguistico-culturelles”, 2012 .
Artigos em revistas nacionais e internacionais:
Álvares C., Faísco C., Meneses, P., Correia, J., "Breve cartografia do imaginário contemporâneo. NYC, femmes fatales, amazonas", Diacrítica, Série Ciências da Literatura, nº 24/3, pp. 325-345, Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho/Edições Húmus, V. N. Famalicão, 2010
Sabarís X., "El flâneur como ángel caído: Luces de bohemia, La colmena y Tiempo de silencio", Actas do I Colóquio da Primavera, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2011.
Álvares, Cristina, “Urbanité et crispation identitaire dans les nouvelles en trois lignes contemporaines”, Arena Romanistica, Journal of Romance Studies, University of Bergen, Norway, 9, The Metropolis (2011), p.6-28 http://hdl.handle.net/1822/19850, 2012.
Osório, Salomé, “On the art of containment of the very short story: is it a seed that grows or a bush that is pruned down?”, Atas do XIV Colóquio de Outono, 2012.
Álvares, C.,“Nouveaux genres littéraires urbains en Français. Micronouvelles et nouvelles en trois lignes”, Diacrítica, 27, 2013
Álvares, Cristina, “Le choc du réel urbain. Le corps et la ville dans les nouvelles en trois lignes des XXe et XXIe siècles”, Macabéa, 2, 2013
Álvares, Cristina, “Quatro dimensões do microconto como mutação do conto: brevidade, narratividade, intertextualidade, transficcionalidade”, Guavira Letras, 15, 2013.
Keating, Eduarda, da Silva, Marie-Manuelle: “ O conto oral: entre mediação e performance”, Atas do VII Congresso Internacional comemorativo dos 25 anos da APLC Universidade de Aveiro. Lisboa, Dedalus, 2013-2014 (no prelo).
Osório, Salomé, « ‘Me, I write poes’: Lydia Davis’s microfiction”, Short Fiction in Theory & Practice, 2013.
Patrício, Rita, “Microcontos: algumas questões de género a propósito da obra de Rui Manuel Amaral”. Guavira Letras 15, 2013.
Sabarís X., “ Resistencia y canonización en el microrrelato: de la teoría y crítica a las antologías especializadas”, Pasavento. Revista de Estudios Hispánicos, nº2, pp. 143-164, 2013..
Sousa, Sérgio, "As folias fesceninas do 'Vampiro de Curitiba', Macabéa, 2, 2013.
Sousa, Sérgio, "Antropofagias. As microficções de Dalton Trevisan e Régis Jauffret", Guavira Letras, n.º 15, 2013.