Grupo de Investigação: LTE

Linguística Teórica e Experimental


Membros doutorados do grupo:
Pilar Barbosa, José Teixeira, Cristina Flores, Anabela Rato, Maria do Carmo Lourenço-Gomes.

Alunos de doutoramento:
Isabel Joana Aguiar, Tânia Lopes Senra, Cristiane Fernandes Moreira.

Investigador convidado:
Andreia Schurt Rauber.

Descrição do Grupo de Pesquisa:

O Grupo de Investigação em Linguística Teórica e Experimental reúne investigadores das áreas da Fonética, Sintaxe, Semântica, Bilinguismo, Aquisição L2 e Sociolinguística. Procura associar a investigação em linguística teórica com metodologia experimental baseada quer na recolha criteriosa de dados da fala espontânea, de outros corpora e de juízos de aceitabilidade/gramaticalidade, quer em tarefas de produção e compreensão offline e/ou com recurso a técnicas on-line.

Os dois paradigmas teóricos predominantes são a Teoria dos Princípios e Parâmetros (Chomsky, l995 e trabalho subsequente), de base formal, aqui representada pela área da Sintaxe, e a Linguística Cognitiva (Geroge Lakoff, Mark Johnson, Talmy, Ronald Langacker), aqui representada pela área da Semântica. Uma terceira linha de investigação emergente, da área da Fonética, está centrada na questão da relação entre a perceção e a aquisição/aprendizagem de línguas segundas ou estrangeiras (Best & Tyler, 2007; Flege, 1995).

Os investigadores que compõem esta linha temática têm já experiência de trabalho em conjunto em projetos financiados:

  • Perfil Sociolinguístico da Fala Bracarense [PTDC/CLE-LIN/112939/2009], Coord. Pilar Barbosa, em curso [link]
  • Português Língua de Herança e Mudança Linguística [EXPL/MHC-LIN/0763/2013], Coord. Cristina Flores, em curso [link]
  • Erosão e mudança linguística: uma pesquisa sobre o português falado por emigrantes de segunda geração, Ações Integradas Luso-Alemães 2010-2011 - Ação Nº A-18/10, Procº AI-A/09, Coord. Cristina Flores

Em linhas gerais, a linha temática pretende conjugar a investigação em linguística teórica com a pesquisa experimental de modo a contribuir para questões centrais sobre a arquitetura da gramática, comparando modelos teóricos em termos da sua realidade psicológica. Para além disso, pretende dar um contributo para uma melhor compreensão dos fenómenos de variação intra e interlinguística e dos processos de aquisição da língua materna, línguas segundas e estrangeiras. Um outro objetivo do grupo consiste em identificar áreas de dificuldades a nível segmental, suprassegmental e fonotático em línguas não maternas e desenvolver tarefas de treino percetivo adequadas com o fim de apoiar o processo de aquisição fonológica em línguas não maternas (Português Língua Não Materna, Alemão/Inglês L2 ou LE)


Principais áreas de investigação deste Grupo:

  • Sintaxe
  • Semântica
  • Fonética e Fonologia
  • Aquisição de L2 e Bilinguismo

Estrutura organizativa do Grupo:

Genericamente, os grupos de trabalho estão organizados em torno de temas específicos das áreas da semântica, sintaxe, morfologia e fonética, que são explorados de várias perspetivas e em diferentes domínios: línguas maternas (adulta e em aquisição), línguas segundas/ estrangeiras e línguas de herança.

Temas de pesquisa:

  1. Perceção de fala a nível segmental, suprassegmental e fonotático.
  2. Questões de interface sintaxe-semântica; sintaxe-morfologia.
  3. Estruturas e mecanismos das línguas naturais como sistemas interdependentes dos mecanismos cognitivos e percetivos humanos.
  4. Fenómenos de processamento do significado nas línguas naturais: metáfora conceptual, fenómenos de organização conceptual e lexical.
  5. Fenómenos de variação sintática.


O grupo realiza periodicamente sessões de trabalho, nas quais os seus membros doutorados e não doutorados apresentam e discutem o progresso dos seus trabalhos de investigação.

No âmbito do seu projeto de investigação «Perfil Sociolinguístico da Fala Bracarense» [PTDC/CLE-LIN/112939/2009], coordenado pela Prof. Doutora Pilar Barbosa, o grupo organizou o Simpósio Internacional Symposium on Variation in Portuguese, que teve lugar na Universidade do Minho de 28 a 30 de abril de 2014.