Ana Maria Silva Ribeiro

Edit

Contactos

Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos
Instituto de Letras e Ciências Humanas
Universidade do Minho
Campus de Gualtar
4710-057 Braga


E-mail: Erro: Browser não suporta Javascript


Grupo de Investigação

GRUPO2I
PLP


Categoria Profissional

Professora Auxiliar


Qualificações Académicas


2006: Doutoramento em Ciências da Literatura (Literatura Portuguesa), na Universidade do Minho
1996: Mestrado em Ensino de Língua e Literatura Portuguesas, na Universidade do Minho
1990: Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (Português-Inglês), na Universidade do Minho



Áreas de Investigação de Interesse

Literaturas de expressão portuguesa, estudos pós-coloniais,literatura e "media"


Publicações

Ribeiro, A. (2017). «Ele o que precisa é duma auga de unto»: a medicina popular em João de Araújo Correia. In Geia, 5, pp. 42-58

Ribeiro. A. (2016). Ao lume brando da urze. Estudos sobre João de Araújo Correia. Lisboa: Âncora

Ribeiro, A. (2016). «O diário de C*» ou uma caixinha de surpresas». In Isabel Alves, « Da viagem que direi ». Onze ensaios em torno da obra literária de A. M. Pires Cabral (pp. 67-76). Vila Real: Biblioteca Municipal de Vila Real/UTAD

Ribeiro, A. (2016). Um novo capítulo na vida de Contos bárbaros. In Raízes, 25, pp. 53-55

Ribeiro, A. (2016). Lendo João de Araújo Correia: Manta de farrapos. As artes entre as letras, nº 171, p. 9

Ribeiro, A. (2016). O mal no feminino em Memórias do cárcere : a fatal Benedita. In Sérgio Guimarães de Sousa e João Paulo Braga (orgs.). Ficções do mal em Camilo Castelo Branco (pp. 67-87). V. N. Famalicão: Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão/ Casa de Camilo – Centro de Estudos

Ribeiro, A. (2015). Os sentimentos de uma mulher horrenda: a propósito de “A velha das panelas”, de João de Araújo Correia”. In Hercília Agarez e Isabel Alves (orgs.), Por longos dias, longos anos, fui silêncio: uma breve antologia de autoras transmontas (pp. 337-348). Lisboa: Âncora

Ribeiro, A. (2015). Entre o assombro e a assombração: Camilo segundo Aquilino e João de Araújo Correia. In Geia, 4, pp. 24-48

Ribeiro, A. (2015). … mas bárbaros não. In Geia, 4, pp. 90-97

Ribeiro, A. (2014). De José para José: o último Saramago segundo Rodrigues dos Santos. In Anna Rzepka e Natalia Czopek (eds.), Studia Iberystyczne. Universos de língua portuguesa em debate (pp. 183-193). Ksiegarnia Akademicka: Krakow

Ribeiro, A. (2014). As rotas de Desmedida, de Ruy Duarte de Carvalho. In Cristina Álvares et al. (coords.), O imaginário das viagens. Literatura, cinema, banda desenhada (pp. 185-192). Braga: Húmus/Centro de Estudos Humanísticos

Ribeiro, A. (2013). Os ‘dias do fim’ de uma infância angolana em Bom dia camaradas, de Ondjaki. In Gabriela Fragoso (org.), Literatura para a infância, infância na literatura (pp.191- 200). Lisboa: Universidade Católica Editora

Ribeiro, A. (2013). Para além dos clássicos: os escritores contemporâneos de João de Araújo Correia na biblioteca do autor. In Geia, 3, pp. 40-55

Ribeiro, A. (2012). “À volta dos livros: o que revelam as cintas”. In Revista Galega de Filoloxía, 13, pp. 85-120

Ribeiro, A. (2012). Itinerários femininos no Portugal colonial segundo A árvore das palavras. In Maria José Ferreira Lopes et al. (orgs.), Narrativas do poder feminino (pp. 571-580). Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia/Universidade Católica Portuguesa

Ribeiro, A. (2012). Da Hélade a Benguela. Mitos gregos em Yaka, de Pepetela. In A. Paula Pinto; João Amadeu Silva; Maria José Lopes; Miguel Gonçalves (orgs.), Mitos e heróis: a expressão do imaginário (pp. 513-520). Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia/Universidade Católica Portuguesa

Ribeiro, A. (2012). A música em representações literárias do tráfico negreiro. In Maria do Rosário Girão dos Santos e Maria Elisa Lessa (coords.), Música. Discurso. Poder (pp. 121-134). Famalicão: Húmus

Marques, M. A. e Ribeiro, A. (2011) “Dire” ou “bruire”: les introducteurs de discours rapporté dans Aventuras de João Sem Medo. In Anna Jaubert; Juan Manuel López Muñoz; Sophie Marnette; Laurence Rosier; Claire Stolz (dir.), Citations I. Citer à travers les formes intersémiotique de la citation (pp. 79-94). Louvain-la Neuve: Academia-L’Harmattan

Ribeiro, A. (2011). “Será língua uma barafunda?”: preocupações de um “curioso dos fenómenos linguísticos”. In Geia, 2, pp. 50-56;

Ribeiro, A. (2011). Mulheres “naturalmente bem inclinadas" e outras na Peregrinação. In Helena Rebelo (coord.), Lusofonia: tempo de reciprocidades (Vol. I, pp. 199-205). Porto: Afrontamento

Ribeiro, A. (2010). Infância no pós-independência angolano em AvóDezanove e o segredo do soviético”. In Diacrítica. 24, 3, pp. 267-279

Ribeiro, A. (2009). Journeys of the Bildungsroman: the novel of self-formation in Portugal. Disponível em http://www.reelc.net/index.php?q=node/633 e Caíetele Echínox (pp. 166-174),16. Romania: Phantasma

Ribeiro, A. (2007). O menino e a sabichona. In Voltar a ler -Tomaz de Figueiredo (pp. 63-74). Aveiro: Universidade de Aveiro/Centro de Língua e Culturas

Ribeiro, A. (2007). Mulheres da corte e mulheres do povo: do imaginário nacional à literatura. Disponível em: http://iberystyka - uw.home.pl/content/view/345/113/lang.pl

Ribeiro, A. (2006). O universo feminino em A noite e o riso: Zana, a mulher-sorriso. In Diacrítica. 20, 3, pp. 157-182




Orientação de Teses de Mestrado

Concluídas:

Urraca Magno Corte-Real Araújo, O elemento paisagístico em Crónica de uma travessia. A época do ai-dik funam, de Luís Cardoso, Mestrado em Teoria da Literatura e Literaturas Lusófonas,UM, 28/11/2011


Regina Márcia de Souza Monteiro, A trajetória de Patativa do Assaré na mídia: uma nova forma de ver o cordel, Mestrado de Mediação Cultural e Literária, Março 2012

Ana Isabel Pacheco Ribeiro da Silva, Jornal UrgeCultura, relatório do projeto de estágio do Mestrado em Mediação Cultural e Literária

Em curso:

Eulália Margarida Barros Gomes, Influência cultural nos estilos de ensino: chinês e português como língua estrangeira, dissertação do Mestrado em Relações Interculturais Portugal-China


Outros Dados


Participação em conferências nacionais e internacionais:

Ribeiro, A., “A Luanda babélica de AvóDezanove e o segredo do soviético”, XIX Colóquio de Outono. No princípio era a palavra: o lugar das humanidades, Universidade do Minho, 18 a 20 de outubro de 2017

Ribeiro, A., “Poética do conto em “Manhã perdida” e A bicicleta que tinha bigodes", Colóquio Internacional “O Conto: o cânone e as margens”, Universidade de Aveiro, 17 a 19 de maio de 2017

Ribeiro, A., “Beleza nas alturas: miradouros e paisagem em Miguel Torga e A. M. Pires Cabral”, Colóquio Literatura e Paisagem, Universidade Católica (Polo de Braga), 27 de março de 2017

Ribeiro, A., “Os filhos da guerra em Pepetela”, “40 anos de literaturas africanas na FLUP: da preia à baixa-mar?”, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 18 de novembro de 2016

Ribeiro, A., “«Ele o que precisa é duma auga de unto»: a medicina popular em João de Araújo Correia, V Forum João de Araújo Correia, Peso da Régua, 8-9 de outubro 2016

Ribeiro, A., “ ‘Traição é saber escrever e não escrever nada’: literatura e direitos humanos nas literaturas africanas lusófonas”, palestra proferida a convite do Observatório Lusófono dos Direitos Humanos, na Universidade do Minho, maio de 2016

Ribeiro, A., Apresentação de Contos bárbaros e Manta de farrapos, de João de Araújo Correia, no XXV Congresso da Lusofonia, em Montalegre, abril de 2016

Ribeiro, A., “João de Araújo Correia, o vinho e tudo o que no Douro há”, VI Congresso de Estudos Rurais – Entre heranças e emancipações: desafios do rural, Instituto de Ciências Sociais (Lisboa), julho de 2015

Ribeiro, A., “Galegos e Galiza na obra de João de Araújo Correia”, Conferência Internacional “Intercultural poetics. Literary representations of the ‘foreign other’”, Universidade do Minho, junho de 2015

Ribeiro, A., “Entre o assombro e a assombração: Camilo segundo Aquilino e João de Araújo Correia”, IV Forum João de Araújo Correia: Dois escritores em diálogo - João de Araújo Correia e Aquilino Ribeiro, Santa Marta de Penaguião, outubro de 2014

Ribeiro, A., "Multilinguismo e identidade nacional em AvóDezanove e o segredo do soviético", IV Jornadas de língua portuguesa e culturas lusófonas da Europa central e de leste, Universidade de Praga, setembro de 2014

Ribeiro, A., “As “viagens na minha terra” em Crónica de uma travessia, de Luís Cardoso”, Colóquio Internacional “Tempo, espaço e identidade na cultura portuguesa. 40 anos de estudos lusófonos na Roménia: desafios e perspetivas”, Universidade de Bucareste, abril de 2014

Ribeiro, A., “De José para José: o último Saramago segundo Rodrigues dos Santos”, I Congresso de lusitanistas polacos, Cracóvia, setembro de 2013

Ribeiro, A., “As rotas de Desmedida, Colóquio “O imaginário das viagens. Literatura, cinema, banda desenhada”, Universidade do Minho, março de 2013

Ribeiro, A., “Para além dos clássicos: os escritores contemporâneos de João de Araújo Correia na biblioteca do autor”, III Forum João de Araújo Correia, Peso da Régua, outubro de 2012

Ribeiro, A., “Itinerários femininos no Portugal colonial segundo A árvore das palavras”, Colóquio Internacional “Narrativas do poder feminino”, Universidade Católica (núcleo de Braga); abril de 2012

Ribeiro, A., “Os “dias do fim” de uma infância angolana em Bom dia camaradas, de Ondjaki”, IX Congresso alemão de lusitanistas. Descobrimentos e utopias: a diversidade dos países de língua portuguesa, Universidade de Viena, setembro de 2011

Ribeiro, A., “A música em representações literárias do tráfico negreiro”, Colóquio “Música, discurso, poder”, Universidade do Minho, março de 2011

Ribeiro, A., “Desmedidas viagens”, Colóquio Internacional “Viagens cruzadas – Mobilidade e transferências”, Universidade da Madeira, setembro de 2010

Ribeiro, A., “Da Hélade a Benguela. Mitos gregos em Yaka, de Pepetela”, Colóquio Interdisciplinar “Mitos e heróis: a expressão do imaginário”, Universidade Católica (núcleo de Braga), 2010

Ribeiro, A., “A auto-citação em Ondjaki”, Colóquio Lupor III, Universidade do Minho, julho de 2010

Ribeiro, A., “Será língua uma barafunda?”: preocupações de um “curioso dos fenómenos linguísticos”, II Forum João de Araújo Correia, Peso da Régua, outubro de 2010

Marques, M. A. e Ribeiro, A., “Dire” ou “bruire”: les introducteurs de discours rapporté dans Aventuras de João Sem Medo”, Colóquio Ci-Dit, Nice, junho de 2009

Ribeiro, A., “Infância em tempos de guerra”, X Congresso Luso-Afro-Brasileiro, Universidade do Minho, fevereiro de 2009

Ribeiro, A., "Pregar a outra freguesia: a figura de Vieira em Boca do Inferno, de Ana Miranda", "A utopia do espírito": Colóquio comemorativo do IV centenário do nascimento do Padre António Vieira, Universidade do Minho, outubro de 2008

Ribeiro, A., "Mulheres “naturalmente bem inclinadas" e outras na Peregrinação", IX Congresso Internacional de Lusitanistas - Lusofonia: tempo de reciprocidades, Funchal, agosto de 2008

Ribeiro, A., "Os manuais e a questão do género", VII Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, Porto, junho de 2008

Ribeiro, A., "O menino e a sabichona", Encontro Voltar a ler -Tomaz de Figueiredo, Universidade de Aveiro, outubro de 2007

Ribeiro, A., "Mulheres da corte e mulheres do povo: do imaginário nacional à literatura", “Diálogos com a lusofonia”, Universidade de Varsóvia, dezembro de 2007

Ribeiro, A., "Journeys of the Bildungsroman: the novel of self-formation in Portugal", Deuxième Congrès du Réseau Européen d’Études Littéraires Comparées, dedicado ao tema “Fortunes et infortunes des genres littéraires”, Clermont-Ferrand, setembro de 2007


Participação em júris de mestrado:

2017: Helena Isabel Gonçalves Peixoto, A importância da leitura e da escrita na educação e Formação de Adultos: da teoria à prática (Relatório de atividade profissional), Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2017: Yang Xueling, Estudo analítico e comparativo dos recursos bibliográficos para o ensino-aprendizagem de PLE no nível de iniciação na China. Um estudo de caso aplicado às Universidades de Nanquim e de Sichuan (Dissertação), Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2016: Marina Brandão Castro, O desenvolvimento de destrezas de oralidade em estudantes de Português Língua Estrangeira – Componentes: lexical, fonológica, gramatical e discursiva (Relatório), Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2016: Mayara Oliveira da Fonseca, Pessoas automáticas: a representação da humanidade do futuro no cinema (Dissertação), Instituto de Letras e Ciências Humanas (Presidente do júri)

2015: Cláudia Sousa Dias, A construção do Eu no conto de autoria feminina portuguesa e anglófona – o diálogo intertextual numa perspectiva linguística, Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2013: Qin Maomao, A morte como fuga para duas mulheres: Contextualização social e leitura contrastiva entre a personagem Bela, do dramaturgo chinês, Tang Xianzu, e a poetisa portuguesa Florbela Espanca, Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2012: Lília Leão, A presença da obra poética de Camões no sistema de ensino de Timor-Leste, Instituto de Letras e Ciências Humanas (Arguente)

2008: Maria de La Salete Coelho Pereira, Maria Archer entre o feminismo e o neo-realismo, Instituto de Letras e Ciências Humanas

2008: Mariana de Castro Pereira, História e representação: uma leitura de A torre da Barbela, Instituto de Letras e Ciências Humanas.

Participação em júris de doutoramento:

2013: Sílvia Marisa dos Santos Almeida Cunha, Dias inventados: o romance-diário na ficção portuguesa contemporânea, Universidade de Aveiro

2008: Maria Isabel de Chagas Henriques de Jesus, Imagens da mulher na literatura portuguesa no final dos anos 60, Universidade Nova de Lisboa (Arguente)