Manuel Rosa Gonçalves Gama

Edit

Contactos

Instituto de Letras e Ciências Humanas
Universidade do Minho
Campus de Gualtar
4710-057 Braga


E-mail: Erro: Browser não suporta Javascript


Grupo de Investigação




Categoria Profissional

Professor Catedrático


Atividade Profissional

Professor de: Cultura Portuguesa; Comunicação Intercultural; Antropologia Filosófica; Fenomenologia e Filosofia da Religião.


Qualificações Académicas

Licenciado em Filosofia, em 1981, pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa.

Mestre em Filosofia Moderna e Contemporânea, em 1985, pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa.

Doutor em Filosofia (especialidade de História da Filosofia e Cultura Portuguesas), em 1993, pela Universidade do Minho.

Título de Agregação, em 2002, pela Universidade do Minho.


Áreas de Investigação de Interesse

História da Filosofia e Cultura Portuguesas; Antropologia Filosófica; Fenomenologia e Filosofia da Religião.


Publicações

- "Percursos do Pensamento Religioso em Portugal (séculos XIX-XX)", Universidade do Minho, Centro de Estudos Humanísticos, Braga, 2005.

- "O Pensamento de Sampaio Bruno. Contribuição para a História da Filosofia em Portugal", Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Lisboa, 1994.

- "O Movimento 57 na Cultura Portuguesa", Instituto de Língua e Cultura Portuguesa (colecção Biblioteca Breve), Lisboa 1991.

- [Em colaboração], Lúcio Craveiro da Silva, Manuel Gama, [et. al.], "A Evolução da Técnica e da Organização do Trabalho", Secretaria de Estado da Educação/Universidade do Minho, Braga, 1982-1983 e 1987(2ª ed.).

- «Sampaio Bruno: um percurso de heterodoxia», Cap. da obra História do Pensamento Filosófico Português, Direcção de Pedro Calafate, volume IV, Tomo 1, Editorial Caminho, Lisboa, 2004, pp. 211-236.

- (Organização e Introdução), A Geração de 70. Alberto Sampaio e os «Outros», Centro de Estudos Lusíadas, Universidade do Minho, Braga, 2008.

- (Organização e Introdução), Proudhon. No bicentenário do seu nascimento, Centro de Estudos Lusíadas, Universidade do Minho, Braga, 2009.

- «A Questão da Filosofia Portuguesa (Resposta à crise do final do século XIX e inícios do século XX», em Pedro Calafate, José Luis Mora García, Xavier Agenjo Bullón (Editores), Filosofía y Literatura en la Península Ibérica. Respuesta a la Crisis Finisecular, Fundación Ignacio Larramendi, Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, Associación de Hispanismo Filosófico, Madrid, 2012, pp. 123-142.

- «A visão do chinês e do índio no século XVI: um arco cultural», em AAVV, Fernão Mendes Pinto, organização de Virgínia Soares Pereira, Centro de Estudos Lusíadas da Universidade do Minho, Braga, 2013, pp. 91-106.

- Sun Lam, Manuel Gama e Rui Silva, «Linhas Orientadoras do Projeto de Investigação: “O ‘ser português’ e o ‘Outro’: A China na identidade Cultural de Portugal”», em Ana Gabriela Macedo [et al.] (Organização), Humanidades: Novos Paradigmas do Conhecimento e da Investigação, Húmus e Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho, V. N. Famalicão, 2013, pp. 461-464.

- «Pós 1640: Portugal, do “olvido” ao convívio com a Espanha», em Crisis y ruptura peninsular – III Congreso Internacional de la SEEPLU, Edición de Carmen Mª Comino Fernández de Cañete, Maria da Conceição Vaz Serra Pontes Cabrita y Juan M. Carrasco González, Universidad de Extremadura, Cáceres, 2014, pp. 213-227.

- «Introdução» a Peregrinações Espirituais e Turismo Sacro. Atas do I Colóquio Internacional A Religião em Movimento, ATAHCA e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga – Vila Verde, 2014, pp. 7-9.

- Recensão ao livro A Filosofia da Religião em Portugal (1850-1910), de Afonso Rocha, em Diacrítica. Série Filosofia e Cultura, Centro de Estudos Humanísticos, Braga, 28/2, 2014, pp. 351-352.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Peregrinações Espirituais e Turismo Sacro. Atas do I Colóquio Internacional A Religião em Movimento, ATAHCA e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga – Vila Verde, 2014, pp. 7-9.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Pensando as Crises (séculos XX-XXI) desde a Cultura Galaico-Minhota. Atas do XI Simpósio Internacional Galaico-Minhoto de Filosofia, ATACHA-Departamento de Filosofia-SFEGNP, Braga, 2015, pp. 8-9.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Lúcio Craveiro da Silva Homem de Ação e de Pensamento. Atas do Colóquio Homenagem 2014, Conselho Cultural e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga, 2015.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Peregrinações Espirituais e Turismo Sacro. Atas do I Colóquio Internacional A Religião em Movimento, ATAHCA e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga – Vila Verde, 2014, pp. 7-9.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Pensando as Crises (séculos XX-XXI) desde a Cultura Galaico-Minhota. Atas do XI Simpósio Internacional Galaico-Minhoto de Filosofia, ATACHA-Departamento de Filosofia-SFEGNP, Braga, 2015, pp. 8-9.

- (Coorganização e Introdução), AAVV, Lúcio Craveiro da Silva Homem de Ação e de Pensamento. Atas do Colóquio Homenagem 2014, Conselho Cultural e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga, 2015.

- «Introdução», em AAVV, Pensando as Crises (séculos XX-XXI) desde a Cultura Galaico-Minhota. Atas do XI Simpósio Internacional Galaico-Minhoto de Filosofia, ATACHA-Departamento de Filosofia-SFEGNP, Braga, 2015, pp. 8-9.

- «Introdução», em AAVV, Lúcio Craveiro da Silva Homem de Ação e de Pensamento. Atas do Colóquio Homenagem 2014, Conselho Cultural e Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, Braga, 2015.

- «Natureza Humana e Conflito», em Ana Gabriela Macedo, Carlos Mendes de Sousa e Vítor Moura (Org.), Conflito e Trauma, Húmus, Centro de Estudos Humanísticos/Universidade do Minho, Braga, 2015, pp. 477-485.

- «Lúcio Craveiro da Silva e o descanso – No centenário do seu nascimento», em Forum, Conselho Cultural da Universidade do Minho, Braga, nn. 49-50, 2014/2015, pp. 31-35.

- «António Quadros e o “57 – Movimento de Cultura Portuguesa”», em Manuel Cândido Pimental E Sofia Alexandra Carvalho (coord.), António Quadros: Obra, Pensamento, Contextos, Universidade Católica Editora, Lisboa, 2016, pp. 147-156.

- «Prefácio» ao livro de Sampaio Bruno, Dispersos, IV (1892-1899), Prefácio de Manuel Gonçalves Gama, Coordenação de Arnaldo Cardoso Pinho e António Martins da Costa, Recolha de José Cardoso Marques, Imprensa Nacional Casa da Moeda, Lisboa, 2016, pp. 15-23.

- Organização por Manuel Gama do livro de Lúcio Craveiro Da Silva, Curso De Filosofia Moral; Transcrição do Latim e tradução por António Maria Martins Melo; Revisão por Virgínia Soares Pereira, Acílio Estanqueiro Rocha, José Marques Fernandes, Aletheia/Centro de Estudos Humanísticos, Braga, 2016.

- «La Pedagogía del Encuentro y el Camino Cosmopolita», em Marcelino Agís Villaverde y Jesús Palmou Lorenzo, Camino, Luego Existo. Pensar el Camino en Clave Cosmopolita, Editorial Galaxia/Mar Maior, Vigo, 2017, pp. 358-367.





Orientação de Teses de Doutoramento

- (Coorientação), «O "ser português" e o "outro": Revisitar a História de Portugal no Diálogo com a Civilização Chinesa - o caso Tomás Pereira», do mestre Song Haoyan, em Ciências da Cultura, na especialidade de Culturas do Extremo Oriente.
- (Coorientação): «O Humano e o Sagrado em Agostinho da Silva», da mestre Maria Teresa Rua do Nascimento Castro.
- (coorientação): Pedagogia e Universidade em Agostinho da Silva, da mestre Adelina Maria Granado Andrês.
- (coorientação): FAN HONG, «A Aculturação os Imigrantes Chineses em Portugal», em Ciências da Cultura, na especialidade de Culturas do Extremo Oriente.
- (coorientação):Filipe Abraão Couto, «Caminhos da Lusofonia: A Relação entre os Pensamentos Português e Angolano», em Filosofia, na especialidade de Filosofia e Cultura Portuguesas.
- (coorientação): Célia Oliveira, «Teatro Lusófono – realidades e utopias de um projeto em construção», em Ciências da Cultura, especialidade de Cultura Portuguesa.



Orientação de Teses de Mestrado

- A Paideia de António Sérgio. Da Epistemologia à Antropologia, do Licenciado Jacinto Félix de Castro Neto, do Mestrado em Educação: área de especialização em Filosofia da Educação (Defesa em 1997/04/07, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Pensamento Educacional de Faria de Vasconcelos, do Licenciado António Augusto de Oliveira Cunha, do Mestrado em Educação: área de especialização em Filosofia da Educação (Defesa em 1997/12/03, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Pensamento Antropológico de Bernardino Machado, do Licenciado Joaquim Gomes Lima, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 1998/06/09, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Pensamento Estético em Vieira de Almeida, da Licenciada Graça Maria Dias Lopes, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 1999/02/09, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Sentimento Religioso em Sampaio Bruno e em Basílio Teles, da Licenciada Maria Teresa Nazaré Vieira C. Oliveira, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 1999/05/27, com a classificação de Bom com Distinção, por unanimidade).
- Positivismo e Antipositivismo no Pensamento de Oliveira Martins, do Licenciado Domingos António Madureira Correia, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 2000/06/20, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- A Ideia de Portugal no Pensamento de António Quadros, da Licenciada Maria da Conceição Machado da Silva Martins, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 2000/09/19, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Pensamento Religioso de Teixeira Rego, do Licenciado Vítor Manuel E. Lomba de Almeida, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 2000/10/13, com a classificação de Bom com Distinção, por unanimidade).
- Teixeira Bastos (1857-1902) e o Positivismo em Portugal. Diagnóstico dos problemas nacionais à luz do pensamento positivista, do Licenciado Arlindo António Vieira de Sousa, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 2000/11/07, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- Deus, o Mal e a História em Sampaio Bruno, do Licenciado Carlos Justo Ferreira Machado, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea (Defesa em 2000/11/08, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- O Sentimento Moral e Religioso em Antero de Quental, do Licenciado Tiago Cristóvão Sá Cerqueira, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea (Defesa em 2001/05/29, com a classificação de Bom, por unanimidade).
- O Portugal de Teófilo Braga na Europa, do Licenciado Paulo Manuel Ribeiro Miranda, do Mestrado em Filosofia: área de especialização em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa (Defesa em 2001/12/20, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade)
- Miguel David Almeida Ferreira da Silva Pais, “O Sujeito Genial, o Enigma de Existir e o Último Irredutível. No labirinto pessoano entre pensamento, fingimento e loucura” (Defesa em 25/07/2007, com a classificação de Muito Bom, por unanimidade).
- [coorient.] Os valores da Família nos contextos português e chinês na atualidade: um estudo nas pessoas da faixa etária de 20 a 35 anos, da Licenciada LIAO YIRAN, do Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, com aprovação em prova pública, em 27-09-2012, com 19 valores.

- [coorient.] A Comunidade Chinesa em Portugal, da Licenciada DING NING, do Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, com aprovação em prova pública em 20-11-2012, com 17 valores.
- [coorient.]As Atitudes de Procriação e as Estruturas Familiares na China e em Portugal (1962-2012), da Licenciada XU MENGZE [Cristina], com aprovação em prova pública, em 15-10-2013, com 17 valores.
- [coorient.] Mestrado de CHEN RENYU [Leonardo], A Revolução Republicana portuguesa (1910) e a Revolução Xinhai da China (1911) – Análise comparativa dos aspetos positivos e negativos nas áreas de política e cultura social, com aprovação em prova pública, em 15-10-2013, com 18 valores.
- [coorient.] A comparação do conceito de amor nos “Analectos” de Confúcio e no “Novo Testamento”, da Licenciada XIAO YUERONG.
- [coorient.] Estudo Comparativo sobre o Envelhecimento na China e em Portugal, da licenciada QIANLI QUANYUN [Mónica] do Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho. Concluída em 18/01/2016. Com a classificação de 17 valores.
- [coorient.] A Cultura Chinesa na Dinastia Ming segundo o livro Tratado das Coisas da China (1569-1570), da licenciada YANG MIN [Luciana], Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho. Concluída em 06/06/2016. Com a classificação de 17 valores.
- [coorient.] Os Chineses e Portugal: as razões da vinda e a sua situação atual, da licenciada ZHANG FENGYANG [Emília], Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho. Concluída em 06/10/2016. Com a classificação de 17 valores.
-[coorient.] A Imagem da Mãe nas Culturas Chinesa e Portuguesa, do licenciado YANG YU [YANG], Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho. Defesa, com aprovação, em 04/08/2017.
- A Ideia de Portugal no Pensamento de Miguel Real: Passado, Presente e Futuro, do licenciado Vítor Joaquim Neves Fernandes, Mestrado em Português Língua Não Materna, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho.