Pedro Miguel Páscoa Santos Martins

Edit

Contactos

Instituto de Letras e Ciências Humanas
Universidade do Minho
Campus de Gualtar
4710-057 Braga


E-mail: Erro: Browser não suporta Javascript


Categoria Profissional

Professor Auxiliar


Actividade Profissional

Professor e Director do Departamento de Filosofia do ILCH; lecciona e coordena as U.C.s: Filosofia em Portugal (licenciatura em Filosofia), Filosofia Política (licenciatura em Direito), Pensamento Político Português (Licenciatura em Ciência Política), Mentalidades e Cultura Portuguesa (Cursos de Licenciatura em Línguas, Literaturas e Estudos Culturais).


Qualificações Académicas

Doutoramento, pela Universidade do Minho (Braga), no ramo de Filosofia, área de conhecimento, História da Filosofia e Cultura Portuguesa, com a Dissertação: Basílio Teles (1856-1923): As faces de Jano da modernidade. (18 de Julho de 2008).


Áreas de Investigação de Interesse

Filosofia em Portugal, História das ideias políticas em Portugal e na Europa, Ética e Filosofia Política.
Membro do Grupo de Teoria Política do C.E.H.U.M.



Publicações

LIVROS:
-O Republicanismo autoritário de Basílio Teles (1856-1923), Casal de Cambra, Caleidoscópio, Agosto de 2011, 588 p.
Livro publicado com o apoio do programa de Comemorações do Centenário da República.
ARTIGOS:
-“IDEOLOGIA E TEMPORALIDADE: O pensamento político de Francisco Manuel Trigoso (1777-1838)” in Diacrítica, Nº11, Braga, U.M./Centro de Estudos Humanísticos, 1996, pp. 667-687.
-“O conservadorismo político de Edmund Burke” in Inquérito à Modernidade – Bi-Centenário da Morte de Edmund Burke (1729-1797), Braga, U.M./Centro de Estudos Humanísticos (Colecção Hespérides/ Literatura), 1999, pp. 71-87.

-“Carlos Malheiro Dias (1875-1941): um escritor conservador” in Diacrítica, Nº 16, Braga, U.M./Centro de Estudos Humanísticos, 2000.
-“O ensaísmo histórico de Basílio Teles: um contributo para a interpretação de 1383” in Forum, Nº 32, Braga, Conselho Cultural da Universidade do Minho, Julho-Dezembro de 2002, pp. 207-240.
-“Borges: nas margens da política” in Braga, Diacrítica, Ciências da Literatura, Nº 17/3, 2003, pp. 53-88.
-“A Ideia de Europa em Basílio Teles e a (im)possibilidade de um Direito Internacional” in Europa, Cidadania e Multiculturalismo, Braga, U.M./Centro de Estudos Humanísticos, 2004, pp. 237-268.
-“Evolucionismo em Portugal na segunda metade do século XIX: problemas de conceptualização e recepção” in DIACRÍTICA, FILOSOFIA E CULTURA, Braga, Nº 23/2 (2009), pp. 399-431.
-“Pragmatismo e positivismo – O pensamento filosófico-político de Basílio Teles” in Caminhos de Cultura em Portugal – Homenagem ao Professor Doutor Norberto Cunha, Famalicão, Húmus, 2010, pp. 363-396.
-“As clivagens ideológicas do republicanismo português (1870-1910)” in ROSAS, João; MOURA, Vítor (Org), Pensar radicalmente a humanidade – Ensaios de homenagem ao Prof. Doutor Acílio Estanqueiro Rocha, Famalicão, Húmus, Outubro de 2011, pp. 659-676.
-“O Problema das Filosofias Nacionais e da filosofia como saber universal: o caso português” in DIACRÍTICA, FILOSOFIA E CULTURA, Braga, Nº 26/2 (2012), pp. 63-87.
TRADUÇÃO:
-(Com Alexandra Abranches e Jaime Costa) BURKE, Edmund, Uma Investigação Filosófica Acerca da Origem das Nossas Ideias do Sublime e do Belo, Lisboa, Edições 70, 2013.